Haya' vem da Fé (Bukhari)

Haya' nas Mulheres

Haya' é a mais bela característica da mulher muçulmana. Uma mulher que tem haya' é querida por Allah, (louvado e glorificado Sejas), e orgulho para seu marido e familiares. A haya' faz a mulher Bela, pois a beleza vai muito além de rostos e corpos bonitos, a real beleza é um reflexo de nosso interior. A haya' em uma mulher é sinal de um coração puro e inocente!

Essa palavra pode ser traduzida por modéstia, vergonha, timidez, humildade, pudor, mas é muito mais do que isso, é a atitude da mulher religiosa, que teme seu Criador, que luta contra seus desejos quando estes estão em desacordo à obediência a Allah!

Haya' se refere a um sentimento ruim e desconfortável acompanhado por uma sensação de vergonha, causada pelo medo de se expor ou ser censurada por algum comportamento indigno de uma Muçulmana. É a timidez sem fraqueza, a vergonha sem desonra, a modéstia sem humilhação, a humildade sem deixar-se ser subjugada! Ter haya' é manter oculto seus atrativos, envergonhando-se caso chame a atenção de algum homem de coração doente sobre si! A mulher que conserva seu pudor não cede aos desejos de elogios à sua beleza, preferindo ser discreta, assim priorizando a obediência ao seu Senhor!

A mulher Muçulmana sente vergonha de realizar qualquer ato que possa desagradar o seu Criador. Ela tem haya' quando fala, falando honrosamente, com firmeza, sem calúnias ou obscenidades! Ela tem haya' em seu olhar, não olhando para aquilo que Allah a proibiu; em sua roupa, se vestindo conforme lhe foi revelado; na maneira de movimentar-se, ao andar caminha com discrição e não chama atenção fazendo ruídos com seus sapatos ou adornos!

Diz Allah, o Altíssimo no Sagrado Quran:

“Óh esposas do Profeta, vós não sois como as outras mulheres; se sois tementes, não sejais insinuantes na conversação, para evitardes a cobiça daquele que possui morbidez no coração e falai o que é justo." (Surah Al Ahzab: 32)

E ainda:

“Dize às fiéis que recatem os seus olhares, conservem os seus pudores e não mostrem os seus atrativos, além dos que (normalmente) aparecem; que cubram o colo com seus véus e não mostrem os seus atrativos, a não ser aos seus esposos, seus pais, seus sogros, seus filhos, seus enteados, seus irmãos, seus sobrinhos, às mulheres suas servas, seus criados isentas das necessidades sexuais, ou às crianças que não discernem a nudez das mulheres; que não agitem os seus pés, para que não chamem à atenção sobre seus atrativos ocultos. Ó fiéis, voltai-vos todos, arrependidos, a Allah, a fim de que vos salveis!” (An Nur: 31)

Uma mulher com pudor não se mistura entre os homens: Abu al Usayd Ansari narrou que ouviu o Mensageiro de Deus (que a paz e bênçãos de Allah estejam com ele) dizer para as mulheres na saída da mesquita, quando viu que estas se misturavam aos homens a caminho de casa:

“Andem pelas laterais, pois não é adequado para que vocês andarem no meio da estrada. " Posteriormente, as mulheres andavam tão perto do muro que seus vestidos erram presos neles. (Narrado por Abu Dawood em "Kitab Adab min Sunanihi-al, capítulo: Mashyu"-ar Rijal fi-Nisa Ma uma at-Tariq).

A haya', no sentido da timidez, não deve ser entendida como fraqueza ou vergonha das outras pessoas por achar-se inferior! A timidez deve ser entendida como uma virtude, sendo o Profeta Muhammad (que a paz e bênçãos de Allah estejam com ele), descrito como tímido por seus companheiros (que Allah esteja satisfeito com todos eles)! Segunda a descrição deles, o Profeta (que a paz e bênçãos de Allah estejam com ele), era mais tímido que uma jovem moça que se cobre para que olhos curiosos não a vejam. Quando passava por alguém fazia-o muito lentamente com um sorriso nos lábios. Quando ouvia uma conversa desagradável, não demonstrava o desagrado na frente das pessoas. Seu rosto demonstrava seus sentimentos e pensamentos, por isso, as pessoas que lhe acompanhavam tinham sempre muito cuidado. Nunca ria alto, devido a sua modéstia, apenas sorria!

Um hadith diz:

“A timidez vem da fé. As pessoas tímidas estarão no Paraíso. A falta de modéstia e timidez vem da dureza do coração. Os que têm o coração duro irão para o fogo.” (Bukhari)

Em outro hadiss temos:

“Fé e modéstia caminham juntas. Quando uma se perde a outra também se vai.” (al-Tabarani, al-mu’jam al-Awsat, VIII, 174. Idem IV, 374; al-Bayhaqi, Shu’ab al-Iman, VI, 140)

“Uma língua má não traz mais que vergonha. Modéstia e decência são um enfeite para todos.”
(Muslim, Birr 78; Abu Dawud, Jihad 1)

A verdadeira modéstia é alcançada com a recordação da morte, que ajuda a remover do coração o amor por este mundo.

O Profeta Muhammad (que a paz e bênçãos de Allah estejam com ele), aconselhava repetidamente aos seus Companheiros (que Allah esteja satisfeito com eles) a demonstrarem o verdadeiro respeito por Allah, aquele profundo e sincero respeito que a Ele é devido. Explicou que a verdadeira modéstia consiste na purificação de todos os membros do corpo, não realizando as ações proibidas e na recordação da morte.

Também disse que aqueles que desejam verdadeiramente o outro mundo abandonam seu amor por este e somente estes demonstram a verdadeira modéstia em seu comportamento perante Allah! (Tirmidhi, Sifatu’l-Qiyamah 24)