Sermão do Eid al Fitr

1430/2009

Allahu akbar, Allahu akbar, Allahu akbar (Deus é maior, Deus é maior, Deus é maior)

Queridos irmãos, há pouco tempo nós recebemos o Ramadan e estamos agora nos despedindo dele. Nós passamos, durante o Ramadan, os dias adorando a Deus, jejuando, rezando e esperando pelo Eid, que acaba de chegar.

Irmãos, o Eid significa felicidade; mas qual felicidade? A felicidade de cumprir um dos pilares do Islam. Felicidade pela adoração de Deus. Porque a felicidade verdadeira do muçulmano é obedecer a Deus.

Nós muçulmanos temos duas festas no ano; a primeira ao final do jejum e a outra após o término da peregrinação. Isso ocorre porque nossa felicidade vem acompanhada do cumprimento da adoração de Deus.

Deus falou no Alcorão Sagrado: “Dize: Contentai-vos com a graça e a misericórdia de Deus! Isso é preferível a tudo quanto entesourarem!”.  (10:58)

O Eid também significa agradecer a Deus, por isso nós começamos nosso dia do Eid rezando e agradecendo a Deus dizendo “Allahu akbar”.

Queridos irmãos, para que nossa felicidade do Eid seja completa o Profeta nos ensinou a fazer três coisas:

1) visitar os nossos parentes; é a melhor coisa que podemos fazer no dia do Eid. Este dia é uma oportunidade para fortalecer esses laços familiares, e não somente visitar aqueles que nos visitam, até mesmo aqueles que nos abandonaram temos o dever de visitá-los. O Profeta disse: “Ó Mensageiro de Deus, tenho familiares com os quais sempre trato de melhorar os laços, porém, eles desdenham de mim; cuido-os com generosidade, mas eles me maltratam; sou indulgente e compreensivo com eles, mas eles são malévolos e intransigentes comigo. O Mensageiro disse: ‘Se é assim, tal como me contas, seria como se te fizessem engolir cinza escaldante; porém, desde que te mantenha assim, Deus te dará o seu apoio e te protegerá deles”’.

O Profeta também nos disse: “O fortalecimento dos laços familiares não consiste em darmos com generosidade, em reciprocidade, mas darmos aos parentes que cortam os seus laços conosco”.

Nós sabemos da importância do fortalecimento dos laços familiares quando lemos no Alcorão Sagrado Deus nos dizendo que o corte desses laços é como a corrupção da Terra: “Então, se voltásseis as costas, quiçá, semeásseis a corrupção na terra e cortásseis vossos laços consangüíneos?” (47:22)

2) Perdoar as outras pessoas que nos prejudicaram. Deus diz no Alcorão Sagrado que as pessoas que são capazes de perdoar são consideradas virtuosas: “Que fazem caridade, tanto na prosperidade, como na adversidade; que reprimem a cólera; que indultam o próximo. Sabei que Deus aprecia os benfeitores”. (3:134)

O Profeta Muhammad disse que um muçulmano não pode abandonar seu irmão mais que três dias: “Não é permissível que um muçulmano fique longe de seu irmão por mais de três dias, muito menos que, quando se encontrem, evitem um ao outro. O melhor dos dois é aquele que primeiro saúda o outro”.

Dessa forma, vamos aproveitar a data do Eid para que cada um perdoe seu irmão; vamos deixar nossos corações limpos nesse dia.

3) Levar a felicidade em casa para nossas esposas e filhos. O Profeta disse que o melhor de nós é aquele que seja melhor para a própria família. Temos que deixar nossas esposas e nossos filhos sentirem a felicidade do Eid.

O Profeta certa vez chegou em sua casa e encontrou duas meninas cantando no dia do Eid. Seu companheiro, Abu Bakr, ao chegar, chamou a atenção das meninas pelo ato de cantar na casa do Profeta. Este, contrariado, respondeu que deixasse que as meninas cantassem, pois estavam felizes por ser o dia do Eid.

Desejo a todos um Feliz Eid e suplico a Deus que Ele aceite nosso jejum, nossas rezas e nossas súplica durante todo este mês do Ramadan. Que esse Eid seja infinito para toda a comunidade  muçulmana mundial.

Sheikh Mohamad Al Bukai - 20/09/2009