A Nação Islâmica

somos uma nação, a ummah islamya, e como tal devemos agir. No momento, a população muçulmana encontra-se dispersa em diversos países, muitos, distantes dos emirados islâmicos, mas isso não significa que ela esteja isenta da jihad.

Assim como os corajosos mujahideen resistem bravamente em defesa de nossos territórios, pois é legitimado por Allah o direito ao Khilafa (Estado Islâmico), também corajosa deve ser nossa população, independente do país em que se encontram, na defesa da cultura islâmica.

Os muçulmanos devem ser firmes em suas posturas para poderem se orgulhar de sua nação. Somos os detentores das derradeiras palavras de Allah, admoestação à humanidade, reveladas através do anjo Gabriel para nosso amado profeta Muhammad.

O muçulmano tem que entender a importância dos atos cotidianos, pois todos os atos do verdadeiro crente buscam a satisfação de Allah. Os ritos religiosos como as rezas, jejum, zakat, duaa, devem ser cuidadosamente executado, pois existem implicações esotéricas para cada uma de nossas ações. O comportamento nos negócios deve ser justo, o trato com as pessoas deve ser benevolente e amável com os familiares, os muçulmanos devem ser o exemplo para aqueles que os cercam.

Todos na comunidade precisam se empenhar nas práticas islâmicas para o fortalecimento da ummah e se afastar de tudo aquilo que as contradiz. Quando um grande número de pessoas praticam um mesmo modo de vida, com seus rituais religiosos, seu comportamento social e ideologia política econômica, esse grupo consegue uma soberania sobre àqueles que não tem uma completa e consistente orientação a seguir.

Os muçulmanos são os escolhidos para liderar, pois seguem as leis de Allah, o Sapiente que são as mais justas, aquelas que beneficiam a comunidade, exortando à distribuição da renda e benevolência nos atos. Mas, se houver flexibilização na maneira de agir, a nação enfraquece. Quando os indivíduos de um mesmo grupo se afastam de seus fundamentos ideológicos, o sistema desestabiliza e se parte. Dividindo, enfraquece.

Oh irmão e irmãs, todos nós seremos indagados sobre nossas atitudes e é dever de todos fortalecer nossa ummah. Devemos nos esforças à obediência à Allah, nosso Criador e nos afastar da convivência desnecessária com os incrédulos e com os desobedientes, prevenindo assim, a sedução que pode parecer haver no ilícito.

Oh Allah, o Soberano, fortalece nossos mujahideen com armas e fé, console nossas viúvas, ampare nossas crianças e nossas mulheres. Oh Allah, o Magnânimo, evidencie aos nossos olhos a verdade e nos faça constantes na prática do admoestado! Allahuma ameen.

 

Irmã Daniela